Sites Grátis no Comunidades.net Criar uma Loja Virtual Grátis

TRILHAS PARA A LIDERANCA NO TRABALHO



Total de visitas: 15568
conheça um tema do livro e o formato

3        ADOTANDO COMPORTAMENTOS


Comportamento: maneira de se comportar ou de se conduzir; conjunto de ações observáveis objetivamente de um indivíduo.


            Na psicologia do comportamento, estudo sistemático das reações individuais aos estímulos do ambiente.


 


                  Tenha em mente que o líder é observado todo o tempo, por pessoas de todos os níveis da empresa. Mesmo que não ocorra nenhuma interação com todos e eles não dependam do trabalho do líder, gerar uma boa “imagem” é fortalecer a possibilidade de sucesso, pois no mínimo se alguém disser: “não tenho nada contra ele“, contará a favor em uma possível avaliação para uma promoção. Reflita sobre o seu comportamento e mude o que está prejudicando no relacionamento com outras pessoas, adotando boas atitudes “visíveis”. Aí vão algumas:


 


v     Trabalhar um pouco depois do expediente não faz mal a ninguém. Habitue-se a isso. Nenhum chefe sobe na empresa adiando resoluções necessárias no dia, para o dia seguinte.


 


v     Mesmo que você seja intimo do seu chefe, trate-o com respeito, principalmente quando estiver junto com outras pessoas. A imagem do chefe não pode ser afetada por brincadeiras de mau gosto ou atitudes que o exponham ao ridículo, afetando a sua credibilidade e autoridade.


 


v     Se você é um gerente ou um chefe de destaque, mantenha a porta da sua sala sempre aberta. O ideal é atuar no estilo open Office. As pessoas precisam vê-lo, você precisa estar disponível e a comunicação deve transcorrer de forma espontânea. Você precisará ter a certeza que ocorrerá desta forma para ser o primeiro a saber quando os desastres ocorrerem e não o seu superior.


 


v     Sempre que possível seja visto com clientes, não importa em que área você atue. Se você foge dos clientes, provavelmente não é uma chefia que tem uma boa imagem.


 


v     Desencoraje o clima de segredinhos. Isto prejudica a integração, pois cria desconfiança entre os membros da própria equipe. Mantenha tudo às claras. Caso você mesmo tenha um segredo: ao contar para alguém já deixou de ser segredo. Portanto, nesse caso, ficar calado é a melhor coisa a fazer.


 


v     Lembre-se sempre e também ao time, que é mais importante o que acontece quando você não está do que quando você está. O ditado diz que quando o gato não está os ratos fazem a festa.


 


v     Fique sempre atento aos custos. Alguém já disse que eles crescem como unhas, sem que você perceba, e uma hora tem que cortar. Manter-se dentro do orçamento, no mínimo, tira a atenção da direção sobre o seu departamento e eliminará, provavelmente, o trabalho de elaborar planilhas e relatórios com as explicações sobre os motivos que elevaram as despesas. Por outro lado, é mais confortável esclarecer como você vem conseguindo manter-se no orçamento e ajudará a fortalecer a sua imagem.


     


v     Se onde você trabalha tem uma filosofia empresarial ou missão corporativa, veja se você está desenvolvendo as suas atividades em conformidade. A alta direção realmente leva isso em consideração.


 


                  O líder que sequer conhece a filosofia        empresarial desconhece que está jogando fora       preciosas orientações para o seu  trabalho e que   poderão servir como trunfos para viabilizar recursos e       outros requerimentos, usando a seu favor o que a        própria direção da empresa definiu.


 


v     Se for preciso levar um problema para o seu chefe, mesmo que não tenha sido provocado pelo seu departamento, tenha, pelo menos, uma alternativa de solução já pensada. Ele poderá não acatá-la e ter a  própria opinião e decisão, mas você não é pago para levar problemas para o chefe e sim resolvê-los. Instrua o seu pessoal a proceder da mesma forma com você.